Programa Universidade Aberta do Brasil na Bahia

Programa Universidade Aberta do Brasil na Bahia

A Secretaria da Educação do Estado da Bahia, por meio do Instituto Anísio Teixeira, é responsável em promover, consolidar e expandir políticas de educação a distância, voltadas para a formação inicial e continuada dos professores e demais profissionais da Educação Básica. A ação ocorre em articulação com os três níveis governamentais (federal, estadual e municipal) e as universidades públicas no intuito de viabilizar ações de formação inicial e continuada na modalidade à distância, visando atender aos professores e demais profissionais da educação básica. 

A Bahia conta com 26 Polos Estaduais de Apoio Presencial. Criados por meio do Decreto nº 13.301/11, os Polos UAB Bahia são “unidades operacionais para o desenvolvimento descentralizado de atividades pedagógicas e administrativas, relativas aos cursos e programas ofertados à distância por instituições públicas de ensino superior, com infraestrutura e recursos humanos adequados às fases presenciais dos mesmos”.  
 
Assim, visa também desenvolver, implementar e apoiar estudos e projetos experimentais em educação à distância que possam subsidiar a atuação do professor no processo de ensino-aprendizagem e dos demais profissionais da educação ao planejar e propor  a produção e desenvolvimento de materiais, recursos didático-pedagógicos e tecnológicos, para subsidiar os programas de formação na modalidade de educação à distância  com vistas à garantia e melhoraria da infraestrutura física tecnológica e de recursos humanos nas unidades educacionais dos cursos na modalidade à distância sob responsabilidade da SEC. Portanto, a SEC apóia e expande as políticas públicas de ampliação e democratização de acesso à educação superior pública, gratuita e de qualidade, por meio da tecnologia educação na modalidade educação a distância.

No âmbito estadual, o governo do Estado, por meio da Secretaria de Educação/Instituto Anísio Teixeira, está apoiando a expansão do Projeto Universidade Aberta na Bahia uma vez que esse programa visa ampliar a oferta de cursos em instituições públicas, seja de graduação ou pós-graduação, principalmente para o interior do Estado. A UAB também incentiva a criação de centros de formação permanentes por meio de polos de apoio presencial em localidades de fácil acesso aos estudantes. O objetivo é articular as ações entre as instituições públicas de ensino superior e a Secretaria de Educação da Bahia. Assim, a SEC garante a infraestrutura física, tecnológica e de recursos humanos dos cursos na modalidade à distância para o cumprimento das atividades nos Polos de Apoio Presencial do Programa Universidade Aberta do Brasil na Bahia. 

 

Objetivos
I. Oferecer infraestrutura para a realização das aulas e demais encontros presenciais de cursos superiores, nas diferentes áreas do conhecimento, com prioridade à realização de cursos de Formação Inicial - Licenciatura e de Formação Continuada a professores da Educação Básica; 
II. Oferecer infraestrutura para a realização das aulas e demais encontros presenciais de cursos superiores para capacitação de dirigentes, gestores e trabalhadores em educação básica e de outras formações destinadas à comunidade do seu entorno;
III. Contribuir para a ampliação do acesso à educação superior pública, gratuita e de qualidade.
 

Notícias Relacionadas